Exercícios Resolvidos de Colisões Elásticas

Dois blocos se movem sobre uma superfície horizontal sem atrito, conforme indicado na figura. O bloco de 2   k g , inicialmente movendo-se para a direita com rapidez de 4   m / s , colide com o segundo bloco de 3   k g , que está inicialmente movendo-se para esquerda com rapidez de 1   m / s . Após a colisão, o bloco de 2   k g move-se para a esquerda, com rapidez 2   m / s , e o bloco de 3   K g passa a se mover para a direita, com rapidez de 3   m / s . Esta colisão pode ser caracterizada como:

(A) perfeitamente elástica.

(B) parcialmente elástica.

(C) completamente inelástica.

(D) caracterizada por um aumento da energia cinética.

(E) não é possível caracterizar a colisão, pois o momento linear não foi conservado.

Passo 1

Temos que, como não há forças externas, que o momento linear se conserva.

Vamos ver a energia cinética total antes e depois da colisão.

Antes da colisão a energia cinética é dada por

E 0 = E 0 A + E 0 B = 1 2 m a v a 2 + 1 2 m b v b 2 = 1 2 2 × 4 2 + 1 2 3 × 1 2

E 0 = 17,5 J

Já depois da colisão a energia cinética total é dada por

E F = E f A + E f B = 1 2 m a v a 2 + 1 2 m b v b 2 = 1 2 2 × 2 2 + 1 2 3 × 3 2

E F = 17,5 J

Como a energia cinética antes da colisão é igual a energia cinética depois da colisão, temos uma colisão perfeitamente elástica.

MOSTRAR SOLUÇÃO COMPLETA

Resposta

(A)

Esse conteúdo é exclusivo para cadastrados.

Cadastre-se grátis no maior portal de exatas do Brasil!

Relaxa, não vamos publicar nada no seu nome.

  • Resumões direto ao ponto
    Resumões
    direto ao ponto
  • Exercícios resolvidos passo a passo
    Exercícios resolvidos
    passo a passo
  • Videoaulas incríveis
    Videoaulas
    incríveis
  • Aulões Salva-Vidas
    Aulões
    Salva-Vidas