Uma criança de massa 40,0 k g anda numa roda gigante como mostra a figura. A criança se move em um círculo vertical de raio 10,0 m com rapidez de 3,00 m / s .

  1. Determine a força exercida pelo assent sobre a criança no ponto mais baixo da roda-gigante. Faça o diagram de corpo livre neste ponto.
  2. Determine a força exercida pelo assent sobre a criança no ponto mais alto da roda-gigante. Faça o diagram de corpo livre neste ponto.
  3. Suponha que um defeito no mecanismo da roda-gigante cause um aumento na velocidade da criança, que vai para 9,9 m / s . Qual é o peso da criança no topo da roda-gigante neste caso?

Passo 1

Como a roda está girando, devemos igualar a força resultante a força centripeta.

m v 2 R = N - m g

Substituindo os valores dado pelo enunciado temos:

40 x 3 2 10 = N - 9,8 x 40

N = 428 N

Passo 2

A idéia aqui vai ser a mesma da letra anterior, a única diferença vai ser que vamos inverter o sinal das forças

40 x 3 2 10 = 9,8 x 40 - N

N = 356

Passo 3

Usando a mesma lógica que a letra anterior, vamos calcular a Normal pra saber quanto de peso é sentido pela criança

40 x 9,9 2 10 = 9,8 x 40 - N

N ≅ 0

O peso sentido é praticamente zero, ou seja, ela está na iminência de sair pela tangente.

Resposta

l e t r a   a )   428   N

l e t r a   b )   356   N

l e t r a   c ) ≅ 0

Exercícios de Livros Relacionados

Qual é o menor raio de uma curva sem compensação (plana) que permite q
Um estudante que pesa 667   N está sentado, com as costas eretas,
Em um brinquedo de parque de diversão, um carro se move em uma circunf
Um bonde antigo dobra urna esquina fazendo uma curva plana com 9,1 &nb