Quando um carro está fazendo uma curva com velocidade constante, é correto afirmar que:

(A) Tem uma força centrípeta atuando sobre o carro, mas não podemos saber qual a sua origem

(B) O peso efetivo do carro diminui, para que ele consiga fazer a curva

(C) A força centrípeta é uma força de atrito exercida pela estrada sobre os pneus

(D) Não há força centrípeta atuando no carro

(E) A força centrípeta é a força peso, e por isto o carro consegue fazer a curva

Passo 1

Se o carro está fazendo uma curva, obrigatoriamente existe uma aceleração centrípeta.

Essa aceleração que é responsável por mudar a direção da velocidade (curva).

Sabemos ainda que como a velocidade é constante, o carro está realizando um Movimento Circular Uniforme, ou seja, ele sofre apenas uma aceleração centrípeta, não existindo aceleração tangencial.

Então, o carro está sofrendo alguma força que aponta para o centro da curva, atuando como força centrípeta:

Mas que força é essa?

É exatamente a força de atrito sobre os pneus:

Bom, quando a gente pega uma curva, sentimos o nosso corpo ser “jogado para fora da curva”, né?

Então, é porque ao pegar uma curva a tendência de deslizamento do carro é para fora mesmo. Por isso, a força de atrito aponta contra essa tendência de deslizamento, ou seja, para o centro da curva.

Então, a força de atrito que o asfalto exerce sobre o carro (nos pneus) atua como a força centrípeta responsável pela curva do carro.

Ficamos com a letra (C).

OBS: A força de atrito é a responsável também pela aceleração e pela frenagem do carro, tá bom? Qualquer aceleração de um carro, no final das contas, é devido ao contato do pneu com o solo, ou seja, força de atrito.

Resposta

Letra (C)

Exercícios de Livros Relacionados

Qual é o menor raio de uma curva sem compensação (plana) que permite q
Um estudante que pesa 667   N está sentado, com as costas eretas,
Em um brinquedo de parque de diversão, um carro se move em uma circunf
Um bonde antigo dobra urna esquina fazendo uma curva plana com 9,1 &nb