A gráfico abaixo mostra o deslocamento do equilíbrio de uma onda transversal nos instantes t = 0 (linha tracejada) e t = 3   s (linha contínua). Durante este intervalo o máximo que estava em x = 2 cm moveu-se para x = 8   c m . A frequência das oscilações desta onda vale:

(a) 0 , 5   H z

(b) 4   H z

(c) 0 ,   25   H z

(d) 3   H z

Passo 1

Pela leitura do gráfico, tiramos que o comprimento dessa onda ( λ , distância entre os dois máximos dela) vale 8   c m . E sabemos que:

v = λ f

f = v λ

Além disso, o enunciado nos disse que essa onda se deslocou 6   c m em 3 s , logo v = 2   c m / s .

Jogando isso na fórmula da frequência:

f = 2   c m s 8   ( c m ) = 0,25   H z

OBS.: Repare que os “centímetros” se cortam, por isso não precisamos passar tudo para metro 😊

Resposta

Alternativa (c).

Exercícios de Livros Relacionados

13.1. A corda de um piano emite um lá médio vibrando com uma frequênci
Feixes de laser enviados para a Lua são um recurso rotineiro para se d
Use a equação de onda para determinar a velocidade de uma onda dada po
Se, no exemplo 15.3 você não desprezasse a massa da corda, qual seria