Duas partículas de mesma massa caem verticalmente e colidem com uma mesa horizontal lisa com a mesma velocidade. Uma das partículas colide elasticamente com a mesa sem sair da vertical e a outra colide de forma totalmente inelástica com a mesa. Denotando por Δ P → e l a variação do momento linear da primeira particular na colisão elástica, por Δ P → i n a variação do momento linear da segunda partícula em sua colisão totalmente inelástica, podemos afirmar que

  1. Δ P → e l = Δ P → i n
  2. Δ P → e l < Δ P → i n
  3. Δ P → e l ≠ 0 → e Δ P → i n = 0 →
  4. Δ P → e l = 2 Δ P → i n
  5. Δ P → e l = - 2 Δ P → i n

Passo 1

Vamos analisar a colisão da primeira partícula.

Como a colisão é elástica e a mesa permanece em repouso, o módulo da velocidade da bolinha vai ser igual antes de bater na mesa e depois. Vamos chamar esse módulo de v

Então teremos

v → e l a n t e s = - v j ^

v → e l d e p o i s = v j ^

É importante ressaltar que como estamos considerando que a mesa não muda de posição, o momento linear do sistema não é conservado.

Passo 2

A variação do momento linear nesse caso será

Δ P → e l = p → e l d e p o i s - p → e l a n t e s  

Considerando a massa da partícula como m

Δ P → e l = m ⋅ v → e l d e p o i s - m ⋅ v → e l a n t e s

Δ P → e l = m ⋅ v j ^ - m ⋅ - v j ^

Δ P → e l = 2 m v j ^

Passo 3

Vamos agora analisar a colisão da segunda partícula.

Como a colisão é inelástica e a mesa permanece em repouso, o módulo da velocidade da bolinha vai ser zero depois de bater na mesa. Vamos ter

v → i n a n t e s = - v j ^

v → i n d e p o i s = 0 →

Passo 4

A variação do momento linear nesse caso será

Δ P → i n = p → i n d e p o i s - p → i n a n t e s  

Considerando a massa da partícula como m

Δ P → i n = m ⋅ v → i n d e p o i s - m ⋅ v → i n a n t e s

Δ P → i n = m ⋅ 0 → - m ⋅ - v j ^

Δ P → i n = m v j ^

Passo 5

Vamos ter então que

Δ P → e l = 2 Δ P → i n

Resposta

Letra D

Exercícios de Livros Relacionados

Na Fig. 9-63, o bloco 1 (com uma massa de 2,0   k g ) está se movendo para a direita com uma velocidade escalar de 10   m / s e o bloco 2 (com uma massa de 5,0   k g ) está se move...
Uma colisão frontal perfeitamente inelástica ocorre entre duas bolas de massa de modelar que se movem ao longo de um eixo vertical. Imediatamente antes da colisão, uma das bolas, d...
Um vagão fechado em um pátio de manobras é colocado em movimento no topo de um morro artificial. O vagão desce silenciosamente e sem atrito sobre um trilho horizontal reto, onde se...
Uma bala de 10,0   g é disparada e entra em um bloco de madeira de 200   g em repouso sobre uma superfície horizontal. Após o impacto, o bloco desliza 8,00   m antes de parar. Se o...