Passo 1

Galera, a corrente de deslocamento é uma abstração e possui o mesmo valor que a corrente que passa no fio ao redor do capacitor:

Imaginem como que se fosse a corrente que passaria caso a corrente I , ao invés de carregar o capacitor, atravessasse ele:

I D = I

Passo 2

Então queremos a corrente máxima do circuito certo? Essa corrente vai automaticamente ser igual à corrente de deslocamento.

O lance agora é pensar em impedâncias: ela é tipo uma resistência e funciona dentro de tipo uma lei de Ohm:

V M = Z . I M

Só que não falamos em tensão e corrente. Falamos de algo um pouquinho diferente: falamos de tensão máxima e de corrente máxima nessa equação.

Precisamos saber a impedância equivalente do circuito. Ela é determinada vendo o módulo do fasor que soma a resistência com a impedância do capacitor.

Como esses fasores formam entre si um ângulo reto, a resposta pode ser descoberta por Pitágoras:

Z = R 2 + X C 2 = 30 2 + 4 0 2 = 50 Ω → I M = V M Z = 30 50 = 0,6 A

Resposta

Letra (c).

Exercícios de Livros Relacionados

Mostre que a potência dissipada na resistência R da Fig. 31-34 é máxima quando R é igual à resistência r do gerador de corrente alternada.
Na Fig. 31-37, um gerador trifásico G produz energia elétrica que é transmitida através de três fios. Os potenciais dos três fios (em relação a uma referência comum) são V 1 = A   ...
Que corrente contínua produz a mesma energia térmica, em um certo resistor, que uma corrente alternada com um valor máximo de 2,60   A ?
Um aparelho de ar condicionado ligado a uma tomada de 120   V rms é equivalente a uma resistência de 12,0   Ω e uma reatância indutiva de 1,30   Ω ligadas em série. Determine (a) a...