(a) 200   m F

(b) 20 μ F

(c) 12,5   μ F

(d) 2 μ F

(e) 17 μ F

(a) 90 V

(b) 10 V

(c) 2,0 V

(d) 44 V

(e) 1 V

Passo 1

18a) Calcular a frequência de oscilação da fonte, olhando para o indutor:

X L = ω . L = 100 = ω . 20.10 - 3 → ω = 100.10 3 20 = 5000 .

Passo 2

Com essa frequência, aplicar na equação da impedância capacitiva:

X C = 1 ω . C → C = 1 ω . X C = 1 5000.100 = 0,2.10 - 5 F = 2 μ F .

Passo 3

18b) A corrente eficaz multiplicada pela reatância total é igual é igual ao valor eficaz da fonte.

Passo 4

Notar que o circuito está em ressonância: a reatância do indutor é igual à do capacitor.

Passo 5

Por isso, podemos imaginar que as reatâncias do indutor e do capacitor se cancelam e sobra só o resistor:

ϵ R M S = 100 Ω . 100 m A = 10 V

Resposta

18a) (d) 2 μ F .

18b) (b) 10 V .

Exercícios de Livros Relacionados

Mostre que a potência dissipada na resistência R da Fig. 31-34 é máxima quando R é igual à resistência r do gerador de corrente alternada.
Na Fig. 31-37, um gerador trifásico G produz energia elétrica que é transmitida através de três fios. Os potenciais dos três fios (em relação a uma referência comum) são V 1 = A   ...
Que corrente contínua produz a mesma energia térmica, em um certo resistor, que uma corrente alternada com um valor máximo de 2,60   A ?
Um aparelho de ar condicionado ligado a uma tomada de 120   V rms é equivalente a uma resistência de 12,0   Ω e uma reatância indutiva de 1,30   Ω ligadas em série. Determine (a) a...