Uma espira quadrada de fio condutor está montada sobre um suporte deslizante, que se move sem atrito em um trilho de ar, com velocidade inicial v . Quando a parte dianteira da espira entra na região em que existe campo magnético B , apontando para dentro da página como mostrado na figura,

  1. Aparece uma corrente no sentido horário na espira, e o suporte desacelera.
  2. Aparece uma corrente no sentido anti-horário na espira e o suporte desacelera.
  3. Aparece uma corrente no sentido horário na espira e o suporte acelera.
  4. Aparece uma corrente no sentido anti-horário na espira e o suporte acelera.
  5. Não aparece corrente na espira e o suporte se move com velocidade v .

Passo 1

À medida que a espira entra na região onde tem campo magnético, mais linhas de campo magnético atravessam a área da espira, aumentando o fluxo magnético com o tempo, como mostra a figura abaixo.

Por isso, como a espira é condutora, surge uma corrente induzida no sentido anti-horário produzindo um campo magnético que se opõe ao campo da região.

Passo 2

Como essa corrente passa em um fio condutor que está na presença do campo magnético B , surge uma força no fio da espira que está dentro do campo. Como a força nesse caso é dada por

F → = I i n d   L →   ×   B → ,

e   L → está na direção da corrente, a força F → vai apontar da direita para a esquerda, desacelerando a espira, como mostra a figura acima.

Nos fios horizontais da espira que estão dentro do campo também surgem forças, mas elas estão na mesma direção, porém em sentidos contrário e por isso se cancelam.

Portanto, surge, na espira, uma corrente induzida no sentido anti-horário e a espira é desacelerada.

Resposta

Letra b.

Exercícios de Livros Relacionados

17- Use a lei de Lenz para determinar o sentido da corrente induzida q
20- Uma barra metálica com 1.50   m de comprimento é puxada para
15- Um anel circular está em uma região do espaço onde existe um campo
18- Um tubo de papelão é circundado por dois enrolamentos feitos com d