Dois canhões apontam-se mutuamente, como mostrado na figura, e disparam suas balas no mesmo instante de tempo. O canhão A dispara sua bala com velocidade de módulo v A = 25   m / s , e o canhão B com velocidade v B = 75   m / s . As distâncias no problema são h = d = 100   m .

a) Qual a aceleração de cada uma das balas após o disparo?

b) Quanto tempo se passou a partir do momento do disparo até o instante da colisão? A que altura acontece a colisão?

c) Se não houvesse o canhão B , qual seria o alcance da bala do canhão A?

Passo 1

a)

As balas realizam lançamentos oblíquos. Estão sujeitas apenas a aceleração da gravidade, ou seja, 9,8   m / s 2

Passo 2

b)

Com a origem no ponto A e θ o ângulo entre a inclinação do canhão A e a horizontal, pelas fórmulas do lançamento oblíquo de alcance r x = r 0 + v cos ⁡ θ t e do eixo y r y = r 0 + v sen ⁡ θ t - g t 2 / 2 , temos:

r A → t = v A cos ⁡ θ t i ^ + v A sen ⁡ θ t - 1 2 g t 2 j ^

r B → t = d - v B sen ⁡ θ t i ^ + h - v B cos ⁡ θ t - 1 2 g t 2 j ^  

Logo quando acontece a colisão temos que r A → t = r B → t , assim obtemos que:

Fazendo r A x = r B x :

v A cos ⁡ θ t = d - v B sen ⁡ θ t

t = d v A cos ⁡ θ + v B sen ⁡ θ = 100 25 + 75 2 / 2 = 2   s

Portanto:

r A → t = 2   s = 25   . 1 2 2 i ^ + 25   . 1 2 2 - 1 2 . 10 .   2 j ^ = 25   m   i ^ + 15   m   j ^

Ou seja, a colisão acontece a 15   m de altura.

Passo 3

c)

Como θ = 45 ° já que o triângulo na figura é isóscele, temos o alcance máximo:

x m á x = v A 2 g = 625 10 = 62,5   m

Resposta

a) a = 9,8   m / s 2

b) t = 2   s ; h ' = 15   m

c) x m á x = 62,5   m

Exercícios de Livros Relacionados

Suponha que o ângulo inicial α 0 da Figura 3.26 seja 42,0 ° e que d se
Galileu mostrou que, se os efeitos da resistência do ar são ignorados,
Dentro do carro, um motorista atira verticalmente para cima um ovo, qu
Os esquiadores experientes costumam dar um pequeno salto antes de cheg