Vemos na figura duas trajetória distintas, descrevendo o movimento de dois projéteis lançados a partir do mesmo ponto, atingindo a mesma altura. Se avaliarmos a relação entre os tempos de voo, desprezando o efeito da resistência do ar, podemos dizer que:

(a) t A = t B .

(b) t A ≠ t B .

(c) t A > t B

(d) t A < t B

(e) faltam dados para avaliar a relação entre os tempos de voo.

Passo 1

A questão se trata de um lançamento oblíquo.

Lembra que a gente pode analisar os movimentos na vertical e na horizontal separadamente?

Então, vamos lá. Olhando primeiro na horizontal, dá pra ver que as velocidades de A e B são diferentes.

Porém, isso não importa!

Ué, mas por que não?

Não importa porque a questão é apenas sobre o tempo de vôo dos projéteis, ou seja o tempo que eles ficam no ar.

Bom, e esse tempo vai depender apenas da altura, pois o movimento na vertical é independente do movimento na horizontal.

Pensa assim, se no mesmo momento os dois fossem lançados verticalmente para cima e atingíssem a mesma altura antes de retornarem ao chão, eles teriam exatamente o mesmo tempo de vôo, né?

Então, no lançamento oblíquo a gente pode usar a mesma ideia e dizer que nesse caso os tempos de vôo são iguais, já que as alturas são iguais:

t A = t B

Ficamos com a alternativa (a).

Resposta

Letra (a)

Exercícios de Livros Relacionados

Suponha que o ângulo inicial α 0 da Figura 3.26 seja 42,0 ° e que d se
Galileu mostrou que, se os efeitos da resistência do ar são ignorados,
Dentro do carro, um motorista atira verticalmente para cima um ovo, qu
Os esquiadores experientes costumam dar um pequeno salto antes de cheg