Responde Aí

Considere quatro condutores cilíndricos, cujas seções retas circulares possuem centros nos vértices de um quadrado, como mostrado na figura abaixo.

A curva que corresponde a esse quadrado é chamada de C . A corrente (uniforme e estacionária) em cada um desses condutores é i 0 , e tem o sentido mostrado na figura. Um quinto condutor é colocado na região central limitada pelos quatro condutores, e é percorrido por uma corrente estacionária i 1 . Qual deve ser o valor da corrente nesse quinto condutor para que a integral ∮ C   B →   .   d l → seja igual a zero?

(a) - i 0

(b) 0

(c) 4 i 0

(d) i 0

(e) - 4 i 0

Passo 1

Aqui, temos que usar a lei circuital de Ampère, dada por:

∮ C   B →   .   d l → = μ 0 I

Onde I corresponde à corrente total que está sendo circulada pela curva C .

No caso do problema, a curva C está em volta de 4 quartos dos condutores que conduzem uma corrente i 0 , o que resulta em uma corrente total circulada igual a i 0 .

Desta forma, temos até o momento o seguinte valor de integral: ∮ C   B →   .   d l → = μ 0 i 0 .

Agora queremos colocar um quinto condutor na região central limitada pelos quatro condutores, e esse deve ser percorrido por uma corrente estacionária i 1 .

Para que a integral seja nula temos então que adicionar uma corrente de mesmo módulo e sentido contrário, ou seja i 1 =   - i 0 , justamente para quando somarmos o seu efeito com o que havíamos calculado anteriormente, fiquemos com:

∮ C   B →   .   d l → = μ 0 i 0 + μ 0 i 1 = μ 0 i 0 + μ 0 - i 0 = 0

Portanto, gabarito letra A.

Resposta

(a)

Exercícios de Livros Relacionados

41- Um supercondutor do tipo I I em um campo magnético externo entre B
A figura 29-86 mostra uma seção reta de um condutor cilíndrico oco de
82- Condutores retilíneos longos, com seções retas quadradas, cada um
74- Um condutor possui forma de um cilindro oco, sendo a o raio intern