Responde Aí

A figura abaixo mostra uma curva C fechada, orientada, e um trecho de um fio retilíneo, longo, pelo qual passa uma corrente estacionária de intensidade I , no sentido indicado.

Podemos afirmar que:

a ∮ C B → ∙ d l → = μ 0 I ;

b ∮ C B → ∙ d l → = - μ 0 I ;

c ∮ C B → ∙ d l → = 2 μ 0 I ;

d ∮ C B → ∙ d l → = - 2 μ 0 I ;

e ∮ C B → ∙ d l → = 0 ;

Passo 1

A lei de Ampère é dada por:

∮ C B → ∙ d l → = μ 0 I i n t

Onde I i n t é a soma das correntes que passam pela curva. Neste caso, a mesma corrente atravessa a curva duas vezes, então devemos levar essas duas passagens em consideração.

Para determinar se vamos considerar a corrente positiva ou negativa, devemos utilizar a orientação do vetor área. Onde a mesma é dada de acordo com a orientação da curva.

Para isso, vamos utilizar a regra da mão direita, onde os quatro dedos da sua mão (tirando o polegar) estarão na mesma orientação da curva, e o polegar indicará a orientação do vetor área.

Passo 2

Se a corrente tiver o mesmo sentido do vetor área, deve ser considerada positiva, caso contrário, negativa.

Aqui, nos dois casos a corrente possui o mesmo sentido do vetor área, logo:

I i n t = I + I = 2 I

Finalmente:

∮ C B → ∙ d l → = μ 0 I i n t

∮ C B → ∙ d l → = 2 μ 0 I

Resposta

c ∮ C B → ∙ d l → = 2 μ 0 I ;

Exercícios de Livros Relacionados

41- Um supercondutor do tipo I I em um campo magnético externo entre B
A figura 29-86 mostra uma seção reta de um condutor cilíndrico oco de
82- Condutores retilíneos longos, com seções retas quadradas, cada um
74- Um condutor possui forma de um cilindro oco, sendo a o raio intern