Exercícios Resolvidos de Substituição Trigonométrica

USP - Cálculo 1 - P3 2010 - 1 a

Calcule as seguintes integrais indefinidas:

a x 5 3 + x 2 d x

Passo 1

O primeiro passo em questões de integral é identificar o método de integração que devemos utilizar para conseguir resolver ou que aparentemente pode nos levar à solução de forma mais fácil.

Tá, essa raiz quadrada com x 2 somado a constante é um indicador direto do método da Substituição Trigonométrica, você concorda.

Quando você cai num método de integração dividido em casos, que é o caso do método da Substituição Trigonométrica, o próximo passo é identificar de qual caso se trata para, a partir daí, direcionar a forma de resolver.

E qual dos três casos vamos usar? Temos uma expressão do tipo a 2 + x 2 .

Então, a substituição que devemos fazer nesse caso é: x = a tg θ

MOSTRAR SOLUÇÃO COMPLETA

Passo 2

Agora vamos partir para a resolução propriamente dita. Já identificamos qual caso usar. O próximo passo é identificar quem é o a e, a partir disso, calcular d x e substituir na integral.

Temos 3 + x 2

Para escrever na forma a 2 + x 2 , podemos escrever: ( 3 ) 2 + x 2

Portanto, temos:

a = 3   x = 3 tg θ

d x = 3 sec 2 θ d θ

Substituindo na integral:

x 5 3 + x 2 d x = 3 tg θ 5 3 + 3 tg θ 2 3 sec 2 θ d θ

= 3 5 3 tg θ 5 3 + 3 tg 2 θ sec 2 θ d θ

= 3 3 tg θ 5 3 sec 2 θ sec 2 θ d θ

= 27 tg θ 5 3 sec θ sec 2 θ d θ

= 9 3 tg θ 5 sec θ d θ

Passo 3

Bom, depois de substituir tudo e simplificar o máximo possível, devemos resolver a integral em θ . E para resolver essa integral aqui? #Comofaz?

Sabemos que se trata de uma integral trigonométrica. Essa integral trigonométrica envolve tangente e secante, sendo o expoente da tangente ímpar. Nessa situação, a gente guarda um tg θ . sec θ , que é derivada da secante, e abre o resto das tangentes em secantes:

9 3 tg θ 4 tg θ sec θ d θ

= 9 3 sec 2 θ - 1 2 tg θ sec θ d θ

= 9 3 1 - 2 sec 2 θ + sec 4 θ tg θ sec θ d θ

Passo 4

Fazendo a seguinte substituição simples:

u = sec θ d u = tg θ sec θ d θ

Vai ficar:

9 3 1 - 2 u 2 + u 4 d u = 9 3 u - 2 u 3 3 + u 5 5

= 9 3 sec θ - 2 sec θ 3 3 + sec θ 5 5

Passo 5

Bom, agora que já resolvemos a integral em θ . Agora temos que voltar para x . Então montamos aquele triângulo maroto para des-substituir o θ para x , lembrando que no caso da tangente, o triângulo fica com essa cara aqui, ó:

A partir dessa triângulo, tiramos todas as relações de que precisamos. Nesse caso, só precisamos de sec θ

sec θ = 1 c o s θ =   x 2 + 3 3

Substituindo isso no resultado em θ que havíamos encontrado e lembrando que é uma integral indefinida, portanto, não devemos esquecer a constante C , beleza? Se liga aí para não dar bobeira!

9 3 x 2 + 3 3 - 2 x 2 + 3 3 3 3 + x 2 + 3 3 5 5 + C

= 9 x 2 + 3 - 2 x 2 + 3 3 + x 2 + 3 5 5 + C

Resposta

x 5 3 + x 2 d x = 9 x 2 + 3 - 2 x 2 + 3 3 + x 2 + 3 5 5 + C

Esse conteúdo é exclusivo para cadastrados.

Cadastre-se grátis no maior portal de exatas do Brasil!

Relaxa, não vamos publicar nada no seu nome.

  • Resumões direto ao ponto
    Resumões
    direto ao ponto
  • Exercícios resolvidos passo a passo
    Exercícios resolvidos
    passo a passo
  • Videoaulas incríveis
    Videoaulas
    incríveis
  • Aulões Salva-Vidas
    Aulões
    Salva-Vidas